Publicado em 27 de junho de 2017

Neto Gomes avalia os primeiros meses de governo em São José de Espinharas

Há seis meses como prefeito do município de São José de Espinharas, Neto Gomes, fez uma avaliação do governo e destacou as dificuldades enfrentadas no início do seu primeiro mandato como prefeito.

Os cortes nos gastos públicos foram cruciais para equilibrar o orçamento do município, que ainda vai continuar passando por novas adequações. “Nós pegamos uma gestão conturbada, mas fizemos o possível para enxugar. Enxugava de um lado para melhorar em outro”, afirmou o prefeito. Ainda de acordo com Neto, só foi possível chegar a esse controle com uma equipe gestora voltadas paJra atender as necessidades da cidade de forma responsável.

Apesar da redução dos gastos, alguns trabalhos foram intensificados nesses primeiros meses, principalmente na zona rural. Houve o aumento da perfuração de poços, a recuperação das estradas que ligam áreas da zona rural ao município, além dos cortes de terras e acompanhamento dos programas da agricultura. O compromisso agora é com as obras paradas, verdadeiros “elefantes brancos”, como afirmou Neto.

O prefeito afirmou estar disposto a bater na porta de deputados estaduais e federais, independente do partido, para a captação de recursos com o objetivo de retomar as obras. Junto ao Governo Federal a prefeitura está viabilizando um montante de R$ 550 mil reais para a conclusão da praça de eventos, e mais R$ 400 mil reais para a construção de uma barragem na região. Ainda no início do próximo mês haverá a abertura do processo de licitação para as obras de calçamentos do município que beneficiará inúmeras ruas.

Transportes escolares

Sobre as dificuldades encontradas na educação, Neto afirmou que está trabalhando na solução dos problemas, como solução os relacionados aos transportes escolares, mas que alguns impasses ainda dificultam o aumento da demanda de investimentos na área. “A parte burocrática ainda deixa muito a desejar. Não posso dizer que consertei tudo e que vou consertar, porque eu digo que sou um gestor para administrar e não para fazer mágica”, afirmou.

Saúde

Na saúde foi reconhecido que há um problema a nível nacional, mas que está sendo procurado amenizar esses impactos. Quanto ao transporte de pacientes que fazem tratamentos em outras cidades do estado, além da disponibilização da medicação, a continuidade está assegurada pelo município. De acordo com o prefeito até o final desse ano, essas empresas que fazem a prestação desses serviços estarão sendo analisadas, e caso elas não atendam ao esperado as suas licitações poderão ser revogadas.

A oposição

A respeito da oposição o prefeito afirmou que a oposição tem feito um trabalho responsável, sem interferir de forma negativa nas ações do governo, e que o papel dela será cobrado pelo povo e por isso não precisa se preocupar.

Por Ray Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *