Publicado em 26 de setembro de 2017

Setembro Amarelo pela vida

Está cada vez maior o número de casos de transtornos psicológicos em meio a população. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o Brasil está na quarta posição do ranking dos países com o maior número de pessoas diagnosticadas com a depressão.

A doença está entre as dez causas que mais levam ao suicídio de 800 mil a um milhão de pessoas anualmente em todo o mundo. A maioria delas que possuem o transtorno não têm um propósito ideal que as motive a viver e por isso acabam tirando a sua própria vida. São desfechos que poderiam, em muitos casos, ser evitados como apenas o acolhimento para uma conversa. Mas o que muitas pessoas desconhecem são os sinais discretos que podem levar ao suicídio.

Falta de ânimo, tristeza, vontade de ficar sozinho, são alguns dos sinais que indicam a necessidade de pedir ajuda. Os casos precisam ser acompanhados de perto, por isso é importante observar se o indivíduo tem passado por situações que o exponham a fragilidade emocional, se existe desânimo ao realizar tarefas que exijam a capacidade mental e física, mudança extrema da rotina, isolamento social, comportamentos de exposição a riscos, porte de armas letais (químicas ou de fogo), e ainda se existe a tentativa do suicídio.

É preciso discutir esse problema que atinge toda a sociedade, e por isso a CLINSER – Clínica de Saúde Especializada, estará promovendo no dia 27 de setembro, uma discussão voltada para falar sobre a prevenção ao suicídio. O evento será realizado na própria clínica com entrada gratuita, às 19:00h, na Rua Peregrino Filho, no Bairro da Brasília, em Patos (PB).

Programação:

001 - Setembro Amarelo

 

Por Ray Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *