Publicado em 27 de julho de 2017

Universidade desenvolve pesquisas para melhorar a qualidade do leite

O leite é um alimento rico em nutrientes, e para que ele não se percam no processo de extração animal é necessários inúmeros cuidados para manter a qualidade do produto.

O polo de Patos, da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), desenvolve um programa de extensão com os alunos do curso de medicina veterinária que estuda a produção do leite na região. O laboratório procura fazer uma análise da qualidade do material, além de buscar soluções para os problemas enfrentados pelos produtores que participam da agricultura familiar.

Diversos programas de pós-graduação da instituição englobam essa área, como o de higiene, de proteção dos alimentos, exame químico-físico biológico do leite, tecnologia de leite e derivados, e a inspeção da produção, que não trabalha apenas com o leite bovino. Também há o incentivo da produção do leite de cabra, que possui mais benefícios que o da vaca.

A equipe do laboratório realiza cursos de capacitação dos agricultores, onde são passadas orientações para o melhor desenvolvimento da atividade produtora. O laboratória, além de pesquisas, emite os laudos técnicos de qualidade a partir de análises. “O produto, para ter uma boa qualidade, antes de tudo tem que ter um leite qualidade”, afirmou Graça Xavier, Professora da UFCG e Coordenadora do Laboratório de Tecnologia e Inspeção do Leite.

A região do Cariri Paraíba, é uma das mais produtoras de leite cabra, que em alguns países, a exemplo da França, pode custar quatro vezes mais. O alto valor ocorre devido a baixa demanda da produção.  De acordo com a professora, o controle do processo permite que se tenha uma maior qualidade ao resultado final do produto.

Um dos projetos desenvolvidos foi o “Melhorias nas práticas agropecuárias para um leite de melhor qualidade”, em que os alunos da instituição faziam a mediação dos produtores rurais com a instituição para a solução de problemas comuns pela má qualidade na ordenha, que acabam prejudicando os produtos derivados.

A produção do leite teve queda em todo o estado devido a diminuição do percentual dos recursos, mas algumas regiões ainda continuam atuando na produção.

Por Ray Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *